Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 21 de setembro de 2013

2759 - Casa Müller, no centenário de Montenegro

No ano em que assistiu ao desfile do centenário, a Casa Müller era 
um dos principais estabelecimentos comerciais de Montenegro

A história da Casa Müller começou em Salvador do Sul, no ano de 1930, quando Jacob Damião Müller e sua esposa Maria Selvina abriram um armazém de secos e molhados, vendendo gêneros alimentícios, tecidos e artigos de armarinho (material para costura, artigos femininos).
Em 1946, buscando o progresso da empresa, o casal resolveu transferir o seu negócio para um centro maior e vendeu sua loja em Salvador para Afonso C. Wallauer. 
No ano seguinte, começaram seu negócio em Montenegro, em sociedade com Edmundo Krohn.
Em 1951, Jacob Damião Müller adquiriu o prédio de propriedade de Carlos Gustavo Jahn, na rua Ramiro Barcelos 1601, em frente ao Clube Riograndense. 
Em 1961 construiu novo prédio, ao lado da loja da Ramiro. A obra ficou pronta em 1965 e ele transferiu a loja para o novo prédio.
Os filhos Cyro, Paulo, Celso, Lydio e Maria Dora. Cyro e Maria Dora tornaram-se sócios, em 1967, sendo que Cyro e Maria Dora tomavam parte ativa na administração do negócio. 
O fundador faleceu em 1970 e o novo diretor Cyro Müller reformulou a empresa com a criação das lojas A Barateira e Bacos. Em 1984, a viúva Maria Selvina Müller ainda detinha a posse da maior posse da empresa, que era dirigida por seu filho Cyro.

Texto extraído do livro Montenegro de Ontem e de Hoje, 3º Volume





Nenhum comentário:

Postar um comentário