Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

terça-feira, 1 de outubro de 2013

2818 - Paisagem caiense em 23 de setembro de 2013






Um parque municipal poderia ser criado nas áreas mais íngrimes 
da encosta do morro, com trilhas para caminhada e ciclismo
O Hospital Sagrada Família, a hidráulica da CORSAN e o edifício Piereto são monumentos caienses. Eles merecem ser preservados. Assim como a vegetação na encosta do morro. Essas construções, e também a  escola das irmãs de Santa Catarina (à esquerda do hospital, mão aparece na foto) devem ser preservadas. Mas é muito valiosa, também a encosta verde do morro. Ela emoldura a cidade e deixa os caienses bem próximos da natureza.
As construções existentes demonstram, porém, que é possível preservar esse cenário natural com algum nível de ocupação predial.
Quem observar bem a foto verá que, ao lado da caixa d'água da CORSA, se vislumbra um prédio, que é uma residência, por entre as árvores. Mas isso não impede significou uma cicatriz na paisagem vista da cidade, pois foram preservadas árvores ao redor dessa residência. O mesmo acontece, até certo ponto, com o Bar & Bar. Uma construção até de porte elevado, que existe  também na encosta do morro, no alinhamento da rua Tiradentes. Nesse caso, o prédio fica um pouco mais visível e seria desejável que algumas árvores fossem plantadas para encobri-lo. 
Esta deveria ser a exigência da cidade com relação aos proprietários de imóveis na encosta. 
Permitir a construção, contanto que ela não fique visível para quem observa o morro da cidade.
O hospital, quando foi construído (e até a década de 1990) era muito visível da cidade. Depois foram plantadas árvores que impedem a sua visão da cidade. A não ser para quem o observa do alto de um edifício como o Boreale.
Uma parte da encosta do morro deveria ser transformada em parque municipal de modo a garantir a subsistência dos macaquinhos existentes no morro. Sendo mantida a mata nos terrenos mais íngremes (impróprios para a construção civil) o Caí preservaria a sua bela paisagem e ganharia um novo local de lazer.
O Parque Centenário é um parque de eventos. Ali se constrói cada vez mais e ele vai perdendo a característica de ser um local de contato com a natureza. Isso não chega a ser ruim, pois a cidade ganha  em ter um local próprio para eventos e a prática de esportes. Seria muito bom, porém, que um ou mais parques municipais fossem criados e que esses fossem mais rústicos, sem grandes construções e com  muita natureza. Um parque de trilhas em meio à mata, para caminhadas e passeio ciclístico. E os lugares adequados para isso são a encosta do morro e a beira do rio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário