Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 6 de outubro de 2013

2845 - Cláudia Azevedo alcança sucesso internacional


Mitridate, Re di Ponto (Mozart) - New York City


"(...) It was Cláudia Azevedo, who produced the sweetest, most lovable sounds of the night, especially during her pleas to Mitridate for mercy on his sons. Her voice is full and womanly, and she knows how to fill it with tender emotion. She may not be a coloratura but she could be a real find for the lyric repertory." -Parterrebox.com


"(...) Foi Cláudia Azevedo, quem produziu o mais doce, mais amável som da noite, especialmente durante seus apelos para Mitridate por misericórdia em seus filhos. Sua voz é cheia e madura e ela sabe como preenchê-la com a ternura da emoção. Ela pode não ser uma coloratura, mas pode ser um verdadeiro achado para o repertório lírico. " -Parterrebox.com


Photo: Tina Buckman

Cláudia Azevedo, caiense da localidade de Areião, 

faz sucesso em Nova York cantando Mozart

Mitridate, Re di Ponto - (Mozart) New York City

"(...)Also deserving of special praise is Cláudia Azevedo, who sang Ismene, the foreign princess to whom Farnace is betrothed for political reasons. In another vocal comparison to Die Entführung aus dem Serail--and there will be more--I'd compare Ismene to Blondchen, and Ms. Azevedo has the goods! Beautiful, free high notes, mostly even singing throughout her range, and a believable portrayal of the wronged Ismene made the lovely Ms. Azevedo a joy to watch and hear." taminophile.blogspot.com


"(...) Também digno de louvor especial é Cláudia Azevedo, que cantou Ismene, a princesa estrangeira a quem Farnace está prometida por motivos políticos. Em outra comparação vocal com O rapto do Seralho - e haverá mais - eu compararia Ismene a Blondchen, e a Senhora Azevedo tem tudo! Com notas agudas lindas e livres, cantando de maneira homogênia em todo registro, e fazendo um retrato convincente de uma Ismene injustiçada, a adorável Senhora Azevedo se fez um prazer de ver e ouvir. " taminophile.blogspot.com


Em Mitridate, Re di Ponto, de Mozart, apresentado na em  Nova York , Cláudia Azevedo fez o papel da princesa Imene, merecendo a seguinte crítica

"The role of the Princess Ismene was radiantly sung by brazilian soprano Cláudia Azevedo. I mention that she is brazilian because unlike the typical "american" sound, Azevedo had a voice of rich color with a floating and melifluous top. Her sympathetc Ismene made a lasting impression especially in her second aria which came over me like a warm embrace." John Anderson - Opera -L


"O papel da princesa Ismene foi cantando de forma radiante pela soprano brasileira Cláudia Azevedo. Digo que ela é brasileira, pois ao contrário do típico som "americano” Azevedo tinha uma voz de cores ricas com notas agudas doces e agradáveis. Sua comovente Ismene deixou uma impressão duradoura em especial na sua segunda ária, que veio sobre mim como um abraço caloroso."
John Anderson, Opera-L


Photo: Tina Buckman






Em Carmina Burana, Cláudia foi a soprano solista

Filarmônica de Minas Gerais
Regência: Fabio Mechetti
Palácio das Artes -Belo Horizonte
Foto: Junior Lima



Em Der Schauspieldirektor (Silberklang), Cláudia recebeu o seguinte comentário

“(...) foram atração especial os quatro solistas que tiveram de se esmerar em serem não apenas cantores mas também atores. Com grandes e múltiplas falas e com jogos de cena que, buscando ser hilariantes, bem o conseguiram. 

É o caso do soprano Cláudia Azevedo. Aparecendo no camarote central, depois cruzando por meio das poltronas, caindo no colo dos espectadores e, atingindo enfim o palco, Cláudia Azevedo ganhou desde logo as simpatias do público. Obtendo enorme sucesso, a par da belíssima tonalidade de voz, entoa com absoluta afinação, evidencia da boa extensão de voz, além de ser dotada de extrema comunicabilidade”. 

Antônio Hohlfeldt, Jornal do Comércio


Na montagem de L'Elisir d'Amore,
a caiense Cláudia Azevedo
fez o papel de  Adina


Fotos e textos extraídos da página  de Cláudia Azevedo no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário