Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

segunda-feira, 14 de julho de 2014

4240 - O Caí comemora nova fase de grande desenvolvimento

A Agrosul é um dos suportes da nova fase de desenvolvimento do município


Dentro de onze anos, em 2025, o Caí vai completar seus 150 anos de emancipação. Os caienses, então, deverão ter muitos motivos para comemorar.
O município, de alguns anos para cá, entrou em nova fase de grande desenvolvimento econômico e social. 
Na década passada, afetado pelo fechamento da Azaléia e outros problemas, o Caí teve crescimento medíocre. Seu ritmo de desenvolvimento ficou bem  aquém da maioria dos municípios vizinhos.
Ultimamente, no entanto, o  Caí recobrou o fôlego e a sua situação melhorou muito. Na indústria, a Oderich cresceu muito e, mesmo assim, corre o risco de ser superada pela Agrosul como maior empregadora do município.
Outras indústrias, como a Usaflex, também se desenvolvem bem. Com isso, ao invés do problema de falta de emprego, que atingiu o município em meados da década passada, agora se vive o problema inverso: a falta de gente qualificada para trabalhar nas empresas. Mas até para isso estão sendo tomadas providências. Ainda nesse ano começa a funcionar na cidade a nova escola técnica do SENAI, que é uma das maiores do estado.
O setor rural também cresceu muito, graças a estímulos  que a prefeitura passou a oferecer aos produtores. Grandes aviários foram implantados e a emissão de notas fiscais nesse setor cresceu fortemente.
Mas é no setor de comércio  e de prestação de serviços que o Caí vem se desenvolvendo de forma mais positiva. Aumentou muito a construção de prédios comerciais na cidade e não faltam pessoas dispostas a alugá-las. Com isso, o Caí conta com fortíssima concorrência entre lojas, favorecendo aos consumidores.
Na medicina, na contabilidade, na advocacia e nos mais diversos serviços, assim como na alimentação, com variedade cada vez maior de restaurantes e lancherias, a cidade evolui fortemente.
A ponto de que está para ser iniciada a construção do primeiro shopping center da região, bem no coração da cidade.
PROJETOS
Além do shopping center, que terá 7.000 metros quadrados de área construída, outros setores de atividade econômica estão se desenvolvendo no município. Um deles é o do turismo. Com a implantação da Rota Estrada Rio Branco (ver matéria nessa edição) o Caí vai se transformar num dos polos do turismo gaúcho.
A construção de um dique que protegerá a cidade contra as enchentes também começa a ser encaminhada. Está avançando bem a implantação da cidade empresarial, com 20 hectares de área, no bairro Angico.  O asfaltamento das avenidas do Condomínio Empresarial e do início da estrada do Campestrinho são passos importantes para isso.

Matéria publicada pelo jornal Fato Novo em 12 de julho de 2014




Nenhum comentário:

Postar um comentário