Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

4963 - Kerb em Linha Imperial

Parentes e amigos se encontravam  nas festas de kerb

Mesmo as pequenas localidades de origem alemã tinham a sua igreja: seja católica, seja luterana. E todas faziam (como ainda fazem) uma festa anual que era chamada de kerb. 
A festa era anual, sempre na mesma data. No caso das comunidades católicas, o dia do kerb era o dia do santo. Assim, em São Sebastião do Caí, o dia do kerb era (e é) o dia de São Sebastião: 20 de janeiro.
No caso das comunidades evangélicas, o dia escolhido para fazer a festa de kerb era o dia da fundação da igreja.
Hoje ainda as comunidades católicas e evangélicas comemoram os seus dias  de kerb, mas já não se costuma  mais usar essa palavra para denominá-la.
No passado, as festas de kerb eram muito importantes por ser uma das únicas que aconteciam no ano. O kerb sempre tinha bailes e, portanto, era uma rara oportunidade para encontrar um namorado ou namorada. Por isso, o dia do kerb era esperado anciosamente pelos jovens ainda solteiros.

Foto do acervo de Felipe Kuhn Braun

Nenhum comentário:

Postar um comentário