Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 9 de novembro de 2014

4971 - O Caí na década de 1980

Até a década de 1980, o Caí contava com apenas um edifício  moderno


O edifício no qual atualmente se encontra instalada a agência do Banrisul foi construída em 1975, pela Caixa Econômica Estadual. Situada na esquina da rua Pinheiro Machado com a avenida Egydio Michaelsen, ele foi o primeiro edifício alto construído na cidade. Com o andar térreo e mais três andares, ele não tem elevador.
A torre da CRT (Companhia Riograndense de Telecomunicações, empresa de telefonia pertencente ao governo estadual), que aparece nessa foto, indica que ela foi feita no início da década de 1980, pois a inauguração da agência local de telefonia ocorreu no ano de 1982. Com isso, a telefonia DDD (Discagem Direta a Distância) chegou ao Caí. 
Até então usava-se os antigos telefones a manivela, sistema que exigia a participação de uma telefonista para completar a ligação. Da sua casa ou escritório, a pessoa chamava a central local girando uma manivela existente no aparelho. A telefonista (Iara Schneider, nos últimos anos) atendia e o usuário lhe informava para onde queria falar. Por exemplo:
-Quero falar com o número 55 da cidade de Feliz. 
A telefonista, então, completava a ligação. Poucas famílias e empresas possuíam telefone, pois era muito caro adquirir o direito de uso do sistema, apesar do seu funcionamento muito precário.
Os próximos edifícios construídos no Caí depois daquele da Caixa Estadual foram os da Caixa Federal, na rua Marechal Deodoro com frente para a praça Edvino Puhl, e o do Banrisul (hoje loja Belinha Calçados), na esquina da Marechal Deodoro com a 13 de maio .  O primeiro edifício com elevador foi o Vitória, com sete andares, situado também  na rua Marechal Deodoro.
O prédio grande que se vê no canto inferior direito dessa foto é o da churrascaria de Ivo Silva. O segundo maior prédio comercial da cidade até aquela época. Ele foi reformado e passou a funcionar como danceteria (Infinity).

Nenhum comentário:

Postar um comentário