Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

4984 - Banda Luar

Banda Luar deixou saudades

Familiares do fundador relembram o sucesso do grupo de baile formado em 1958

A banda em ação no ano de 1960
Ao lado do marido, Norberto Gomes de Castro, a aposentada Laura Claricia Müller de Castro procura algumas fotos numa caixa e logo mostra uma em preto e branco, com um jovem segurando uma gaita, e diz: “Ele já era músico aos treze anos”. Laura refere-se ao pai, Benno Willibaldo Müller, músico falecido em 1994, aos 75 anos. 

“Ele era agricultor, mas se destacou como músico”, conta, emocionada.

Entre as tantas histórias de Benno, a mais importante, certamente, é a formação da Banda Luar, em 1958, em Brochier. Formada por músicos experientes, logo o grupo alcançou grande sucesso, tendo uma agenda lotada para animar bailes pelo estado. “Eles eram contratados para tocar nos principais bailes de carnaval do Rio Grande do Sul, principalmente os de Porto Alegre”, lembra Laura. Enquanto liderava a banda, Benno foi representante das gitas Todeschini, uma das principais marcas do mercado de instrumentos até 1970, mesmo ano em que parou de participar da banda.


Dificuldades 

para chegar aos locais dos bailes, nem sempre era fácil. Na maioria das vezes a condução era uma Kombi, onde iam os músicos e os instrumentos. Mas havia locais de acesso muito difícil, onde apenas em lombo de cavalos era possível chegar. Não importava se o tempo estava bom ou se chovia, ou mesmo se as estradas estavam totalmente enlameadas, o músico ou o grupo instrumental contratado, tinha de estar no local e na hora combinada.

Formação
A Banda Luar era formada por dois saxofonistas: o maestro Benno Willibaldo Müller e Dealmo José Francisco; dois pistonistas: Anselmo Alebrandt e Leo Thich; um trombonista: Edemar José Francisco; um baixista: Darci Palage; um acordeonista: Sirineu Esswein; um violinista: Edvino Willers; um gaiteiro: Walano Vargas; e um baterista, Rui Alebrandt.
Matéria de JB Cardoso publicada pelo jornal Fato Novo 
em 31 de outubro de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário