Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

quinta-feira, 1 de março de 2018

5332 - Michaelsen: três gerações de líderes

Frederico Michaelsen Filho era filho do professor de mesmo nome e, portanto, 
irmão de Egydio Michaelsen: ele permaneceu em Nova Petrópolis 
e lá criou a sua numerosa família

Frederico Michaelsen, Jacob Michaelsen (filho de Fredeico) e Egydio Michaelsen (filho de Jacob). Esses três expoentes da família Michaelsen tiveram grande influência na história da localidade de Nova Petrópolis, no estado do Rio Grande do Sul e na do país.

O professor Frederico Michaelsen veio para o Brasil em meados do século XIX como soldado mercenário, mas não chegou a participar de batalhas. Foi professor muito destacado e reverenciado na vila, hoje cidade, de Nova Petrópolis. 
Nesta cidade o seu nome foi dado a uma das ruas mais centrais da cidade e a uma escola. Deixou memórias escritas que foram reunidas num livro denominado Memórias de um professor: a instigante história de vida do professor Frederico Michaelsen, de autoria do professor Luiz Alberto de Souza Marques (obra que pode ser lida através do Google).

Jacob Michaelsen foi um dos "quatro Jacobs", os maiores  empresários do ramo da navegação fluvial no Rio Grande do Sul no século XIX e primeiras décadas do século XX. Cada um deles dominando a navegação em um dos rios formadores do delta do Guaíba. Michaelsem viveu na cidade de São Sebastião do Caí e a sua empresa, Navegação Michaelsen dominava o transporte fluvial no rio Caí.
Os outros três Jacobs eram Jacob Arent, no rio Taquari; Jacob Blauth, no Rio dos Sinos e Jaccob Becker, no rio Jacuí. 

Egydio Michaelsen - Foi prefeito de São Sebastião do Cai, deputado estadual, ministro da indústria e comércio, no governo do presidente João Goulart, além de banqueiro e líder do setor bancário a nível estadual e nacional.

Foto do arquivo de Felipe Kuhn Braun




Nenhum comentário:

Postar um comentário