Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

quinta-feira, 3 de maio de 2018

5377 - Transcrição dos nomes nas lápides do cemitério católico de São José do Hortêncio

Primeira página da transcrição das inscrições nas lápides do cemitério católico de São José do Hortèncio, que foi destruído.

Segunda página de transcrição das inscrições em lápides do cemitério
de São José do Hortêncio
Terceira página da transcrição de nomes 
nas lápides do antigo cemitério de Hortêncio, 
que foi destruído

Quarta página da transcrição de inscrições nas lápides do antigo cemitério
católico de São José do Hortêncio, que foi destruído

Última página
Material postado por Maria Irena Klein na página de Facebook História de São José do Hortêncio. Segundo ela, "meu tio Matias Claudino Klein, copiou dos túmulos ainda de pé e dos que só a lápide ainda se encontrava naquela área. 
O antigo cemitério, que não existe mais,  ficava um pouco abaixo da igreja católica, do outro lado da avenida Mathias Steffens, onde hoje existe uma praça. 
Segundo algumas pessoas, alguns cadáveres foram desenterrados. Me lembro que, quando eu era criança, tinha ainda muitas lápides de pé. Depois virou matagal. 
Meu tio era muito ligado nestas coisas de história. Ele entrou no matagal e, o que ainda achou, ele anotou."
Observe-se que várias pessoas sepultadas no velho cemitério nasceram no século XVIII, Caso, de Georg Noê, que, conforme constava na sua lápide, havia nascido do no ano de 1780. Não é de extranhar-se, pois a colonização de São José do Hortêncio ( Picada do Cadeia, como foi conhecida a localidade nos seus primeiros anos) começou a ser povoada por imigrantes na segunda metade da década de 1820.

Fotos divulgadas pelo Facebook, na página História de São José do Hortêncio

Nenhum comentário:

Postar um comentário