Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 15 de setembro de 2013

2717- Da torre da igreja, a enchente chegando perto do centro da cidade


Esta foto foi captada do alto da torre da igreja católica. Ela dá uma pista para a identificação dos manuscritos feitos sobre esta e outras fotos do acervo do jornal O Município.
O escriba escreveu “Nessa esquina estive com a pharmcia”. E assinala, com o sinal +, o prédio da atual da lancheria Dog Doido, que até poucos anos foi a Farmácia Ideal. 
Essa farmácia teve como seu último proprietário Astor Dries. Seu antecessor foi Milton Lautert e , antes dele, por muitos anos, a farmácia Ideal pertenceu a João Artur Behrents. Teria sido ele o escriba? É mais provável que tenha sido o proprietário anterior a ele.

O prédio do Asilo São Francisco foi reformado para tornar-se o Ginásio São Sebastião e, depois, a atual Escola São Sebastião. A rua em evidência é a Marechal Floriano e a praça é a atual Edvino Puhl. O prédio na praça é hoje o Museu Histórico Vale do Cahy (antes foi Biblioteca Municipal Carlos Henrique Onderich, antes Biblioteca Olavo Bilac, Forum, e bar A Tafona (ou bar Atafona?). 

Na época da foto, como se vê (manuscrito) a praça chamava-se 15 de Novembro. Depois foi praça João Pessoa, antes de receber o nome atual.
Vê-se na rua Marechal Floriano, o prédio da prefeitura e, antes, o prédio de esquina no qual está escrito Banco ... 
Ali funcionou o Banco Nacional do Comércio (em 1940, conforme a Monografia de Alceu Masson, este banco já funcionava no Caí). Do outro l...Ver mais
O escriba que fez anotações sobre as fotos era, de fato um boticário. Ele foi proprietário da farmácia no mesmo prédio em que funcionou aFarmáciia Ideal, até recentemente e em que agora se encontra a lancheria Dog Doido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário