Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 15 de setembro de 2013

2726 - Famílias de imigrantes formaram a base da população baronense

A estação ferroviária foi a razão do surgimento da cidade de Barão 
e é preservada hoje, como uma relíquia
A formação do povo baronense iniciou-se com vinda dos imigrantes alemães e italianos que, criando raízes profundas, muito contribuíram e contribuem na Cultura desta terra. Em menor número, vieram suíços, franceses e holandeses. Hoje, juntam-se a eles bolivianos e portugueses, entre outros, formando uma população com diversidade de raças, línguas e credos mas almejando um único objetivo e, juntando esforços, todos lutam pelo engrandecimento e o progresso do município.
As primeiras famílias de imigrantes alemães foram: Mayer, Bäckenbach, Neuhaus, Stein, Schmitz, Koch, Ebeling, Blei, Schäfer, Neukamp e Selbach, entre outros. As de imigrantes italianos: De Marchi, Biasetti. Dai Prá, Grando, Basso, Cerutti, Maragnon, Bedini, Cestari, Bassegio, Grespan e Costa, entre outros. Esses imigrantes alemães e italianos deixaram profundas raízes, influenciando a cultura do povo de Barão com seus hábitos e costumes, sua culinária, suas crenças e fizeram, da agricultura, sua fonte de renda para manter-se e sobreviver na terra desconhecida. Sem dúvida, enfrentaram grandes problemas mas, lutando conseguiram vencer e legaram ao povo seus valores.

Matéria extraída do site da Prefeitura de Barão
Foto do site Estações Ferroviárias do Brasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário