Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 28 de setembro de 2013

2792 - Salvador do Sul 50 anos: um povoado surge no meio da floresta

Em 1963, Salvador do Sul emancipou-se, dando um grande passo 
para o seu desenvolvimento (foto da prefeitura municipal, em 2012)

Quando Montenegro emancipou-se, em 1973, o território hoje pertencente a Salvador do Sul, passou a pertencer a Montenegro. Antes integrava o município de Triunfo, ao qual Montenegro havia pertencido até então.
Que se saiba, nenhuma família de homens brancos vivia no território de Salvador do Sul naquela época. Índios passavam por lá eventualmente, na sua vida nômade.
A única que aparecia no mapa, no início do século XIX, era Campestre. Mas isso não significa que houvesse lá uma vila ou um morador. 
Campestre era um local onde a mata não era fechada e havia campo. Por isso, os tropeiros, que conduziam tropas de gado bovino dos Campos de Cima da Serra (região de Vacaria, Bom Jesus, São  Francisco de Paula) com destino a Porto Alegre paravam ali, faziam acampamento e deixavam o gado pastar, recuperando peso depois de haver caminhado muito no meio da selva, que cobria grande parte do norte do estado naquela época.
Mas, que se saiba, não morava ninguém ali naquela época.
Ainda em 1910, quando foi implantada a ferrovia  que ligava Porto Alegre a Caxias do Sul, Salvador não era povoado. Havia já um aglomerado de colonos em São Pedro da Serra (Kappesberg) , mas nada havia nessa povoação que justificasse a implantação de uma estação ferroviária no local.
Tupandi (na época chamada de Salvador) era o vilarejo mais próximo que existia na região. Por isso foi construída uma estação ferroviária no ponto da estrada de ferro que fica mais próximo de Tupandi. E esse ponto é o atual centro da cidade de Salvador do Sul. Ninguém morava por ali na época mas, com a estação férrea, a situação mudou rapidamente. 
A estação de trem tornou-se um ponto central da região e foram surgindo prédios ao seu redor: armazéns e até um hotel foram implantados ali e, em pouco tempo, o vilarejo formado ali, com o nome de Estação Salvador, tornou-se um pequeno polo regional e não demorou para que ali fosse instalada a sede de um dos distritos de Montenegro.

Foto do acervo de Cléo Meurer



Nenhum comentário:

Postar um comentário