Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 6 de outubro de 2013

2848 - Antes do Trio Farroupilha, Egon Schaeffer criou o Duo Missioneiro





Foto do Duo Missioneiro, com Egon Schaeffer ao violão e Selomar Rauber,
na localidade de Vendinha, interior de Montenegro,
onde o duo foi fazer uma apresentação
A culminância da carreira musical de Egon Schaeffer ocorreu no final dos anos 1960, com o Trio Montecarlo. Mas antes disso, desde muito novo, ele já começou a se destacar, nas cidades de Santo Ângelo, para onde sua família mudou-se quando ele tinha 11 anos, e Santa Maria, onde cursava a faculdade de farmácia. 
Em 1947, quando tinha 15 anos, Egon fez amizade com Selomar Demétrio Rauber, que era jovem como ele. Selomar tocava violão e Egon interessou-se em aprender. Adquiriu um instrumento e, em três meses, não só sabia tocar como fazia solos. Não demorou muito e Egon formou uma dupla com Selomar, que chamou-se Duo Missioneiro, e os dois passaram a fazer programas na Rádio Missioneira, de Santo Ângelo. Os dois recebiam cachê e, desde então, Egon tornou-se um profissional da música. O dinheiro que ganhava nessa atividade ajudou a financiar os seus estudos, tanto no Colégio Rosário, em Porto Alegre, quanto na univerrsidade, em Santa Maria e em Porto Alegre.
O Duo Missioneiro peregrinou pelo interior do estado fazendo apresentações em programas radiofônicos e em festas. Mesmo nos programas de rádio, as apresentações costumavam ocorrer em auditórios. Eram programas de auditório, transmitidos do palco de um teatro, assistido por grande platéia. Embora o Duo não tenha se apresentado em Porto Alegre, o seu sucesso serviu de base para a criação do Trio Santamariense, depois rebatizado como Trio Farroupilha e, finalmente, Trio Montecarlo.

Fotos do acervo de Egon Arnoni Schaeffer

Nenhum comentário:

Postar um comentário