Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 23 de março de 2014

3821 - História da família Kuhn



No próximo dia 6, o jornalista e escritor Felipe Kuhn Braun lançará seu oitavo livro, em coautoria com o escritor Décio Aloísio Schauren. A obra,  intitulada Família Kuhn 500 anos de história: origens e descendência dos Kuhn de Picada Café. O evento será realizado no Salão Paroquial da Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, durante o 4° Encontro Internacional da Família Kuhn, na cidade de Picada Café.
A obra, escrita por Braun e Schauren, terá 572 páginas, 10 mil nomes de descendentes da família Kuhn, mais de 150 fotografias antigas e a genealogia da família desde o ano de 1510. 
Os Kuhn originários da Província de Saarland, sudoeste da Alemanha, emigraram para a cidade de Picada Café no ano de 1857. Eles são parentes distantes dos Kuhn do Vale do Caí, que se instalaram inicialmente em São José do Hortêncio, originários de duas regiões da Alemanha: o Hunsrück e Saarland. 
Devido as dificuldades econômicas pelas quais o Rio Grande do Sul passou na segunda metade do século XIX, muitas famílias emigraram das velhas colônias para a região norte, missões, oeste catarinense, oeste paranaense, Mato Grosso do Sul e nordeste da Argentina. Muitos descendentes da família Kuhn que vivem nessas regiões participarão do encontro da família. As duas primeiras festas dos Kuhn foram realizadas em Puerto Rico, Argentina e a terceira na cidade gaucha de  Arroio do Meio.
Desde 2001, Felipe Kuhn Braun pesquisa sobre os imigrantes alemães, seus descendentes e localidades fundadas por eles. O jovem escritor visitou, até o momento, 400 famílias, e formou um acervo de 26.520 fotografias antigas do período 1860-1960. Felipe é autor dos livros: História da imigração alemã no sul do Brasil (2010), Memórias do povo alemão no Rio Grande do Sul (2010), Memórias de imigrantes alemães e seus descendentes no sul do Brasil (2011), Cartas e relatos de imigrantes alemães (2011), Novo Hamburgo: da fundação à emancipação política 1824 – 1927 (2012), Tramandahy: as idas à praia no início do século XX (2013) e História de Linha Nova 1847 – 1945 (2013).

Convite para o 4º Encontro Internacional da Família Kuhn
  • Convidamos a todos os descendentes da grande Família Kuhn para o Encontro Internacional dos Kuhn, no dia 6 de abril de 2014, na Picada Café – RS – Brasil. O Encontro será realizado no salão paroquial de Igreja Matriz Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, na Picada Café, próximo ao Parque Histórico Jorge Kuhn, junto à BR 116.

  • Será um grande Encontro festivo dos Kuhn. Desde o início da imigração alemã até o ano de 1900 estabeleceram-se mais de 30 famílias Kuhn no Rio Grande do Sul. Uma das famílias mais numerosas são os descendentes de Johann Adam Kuhn e de Johann Paul Kuhn, chegados do Hunsrück em 1827. Eram primos de terceiro grau e descendentes do patriarca Peter Kuhn, nascido na aldeia de Denzen (próximo de Kirchberg) por volta do ano de 1630. Um bisneto do imigrante Paul Kuhn, Pedro Kuhn, casado com Emma Catharina Alles, emigrou para Puerto Rico, na Argentina, onde constituiu numerosa família. Estes foram os organizadores dos dois primeiros Encontros internacionais da família Kuhn. Outra importante família Kuhn é formada pelos descendentes de Michael Kuhn, imigrante vindo de Weiskirchen para Santa Cruz do Sul em 1862, cuja descendência se espalhou pelos vales do Rio Pardo e do Taquari e por vários estados brasileiros. Uma terceira grande família Kuhn é constituída pelos Kuhn vindos de Hasborn, da região de St. Wendel e que se estabeleceram na Picada Café. No período de 1857 a 1882 vieram 4 irmãos e 3 sobrinhos, descendentes de Johannes Kuhn e Katharina Gehlen, de Hasborn. O Stammvater dessa família nasceu por volta de 1510.

  • No 4º Encontro será lançado o livro “Família Kuhn: 500 anos de história”, de autoria de Décio Aloisio Schauren e Felipe Kuhn Braun. O livro aborda as origens, a história e a descendência dos Kuhn da Picada Café. Mas, também terá uma abordagem sobre as demais famílias Kuhn, com uma breve história de cada imigrante e das suas primeiras gerações no Brasil.

  • Convidamos a todos os Kuhn e descendentes de Kuhn para que reservem desde já a data de 6 de abril de 2014 para estarem presentes no grande Encontro da Picada Café. Será um momento ímpar de reencontro e de confraternização. Pedimos que façam sua reserva, comunicando o número de pessoas que virão. Os organizadores precisam desse número para se prevenir com alimentação. O valor do almoço (buffet com churrasco) será de R$ 22,00.

  • Por favor, reenviem este e-mail para seus contatos, contribuindo com a divulgação.

  • Contatos: André Kuhn – fone: 51-81118600 
  • Germano Kuhn: 54-32851036 Décio Schauren: 51-32502082 ou 99559547
  • Gisela Kuhn: 54-32852160 Felipe Kuhn Braun: 51-99711456 
  • Patrícia Hansen: 54-32852315 Günther Stoffel: 51-35611574 
  • e-mails: andrekuhn17@gmail.com decioschauren@terra.com.br 
  • felipe.braun@hotmail.com

  • Matéria publicada no jornal Fato Novo em 27 de março de 2014

Um comentário:

  1. Interessante a história, minha raiz é de São Pedro de Alcântara,SC.

    ResponderExcluir