Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

terça-feira, 1 de abril de 2014

3848 - Sem Egon Hoerlle na presidência, a Certel começa novo ciclo

Erineu Hennemann sucede Egon Hoerlle na presidêcia
da maior cooperativa de energia do país





O novo presidente da CERTEL,  Hennemann, considerou um momento histórico ser conduzido a este cargo e assumir o compromisso de servir aos associados, clientes, colaboradores, fornecedores e sociedade, para garantir, com responsabilidade, uma prestação de serviços qualificada, continuando a busca pela excelência e a manutenção da marca Certel, já consolidada. “Começa hoje uma nova história, um novo ciclo, e a Certel e a Certel Energia precisam avançar a passos largos, mas seguros e adequados, na busca dos nossos objetivos”, frisou.

Metas para 2014
Entre as projeções das cooperativas para este ano, Hennemann salienta um crescimento de 4% no consumo de energia elétrica; o início da construção da Hidrelétrica Cazuza Ferreira, no rio Lajeado Grande, em São Francisco de Paula, em parceria com a Certaja; a melhoria do sinal de internet, com ampliação do cabeamento de fibra ótica; a reestruturação e criação de melhores serviços e benefícios aos associados nas lojas; a ampliação da indústria de artefatos de cimento, com fabricação de postes com até 40 metros de altura para subestações; e a construção de novos condomínios residenciais da Cigha.

Conselheiros administrativos e fiscais
O novo Conselho de Administração da Certel é composto também pelos conselheiros Alfonso Décio Schneider, Carmo Both, Hari Brust, Ito José Lanius, Jacy Arnaldo Mörschbächer, Mário Silvério Favaretto, Nelson José Werner, Plinio Ary Reinheimer, Romeu Silvio Kayser e Roque Schäfer.  O Conselho Fiscal conta com os efetivos Asido Osterkamp, Domingos Acadroli e Meljor Astor Ritter, e pelos suplentes Arno Luiz Pozzebom, Irio Luiz Lottermann e Livo Landmeier.

Já o novo Conselho de Administração da Certel Energia é integrado pelos conselheiros Adelino Leo Horn, Augusto Domingos Favaretto, Claimar Domingos Kohl, Dirceu Bayer, José Inácio Flach, Nelson Nikolai, Pedro Afonso Klein, Remi Elói Klein, Rudi Pedro Kunrath e Silvo Landmeier. O Conselho Fiscal é formado pelos efetivos Inácio Krindges, Ireneo Zimmer e Orlandino Caliari, e pelos suplentes Inácio Zacarias Dilli, Ingo König e Zeno Seibel.

Texto de Samuel Bünecker

Nenhum comentário:

Postar um comentário