Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

quarta-feira, 2 de abril de 2014

3855 - Falsa solução

A avenida Bruno Cassel tem largura suficiente para se permitir o fluxo livre
de veículos e mais o caminhódromo e a ciclovia


Nota-se que a preocupação central da direção de trânsito da prefeitura é a de diminuir a velocidade dos veículos. O que, sem dúvida, representa um prejuízo para a população.

É muito válido tomar medidas para proteger a vida e a integridade física dos usuários da avenida. Mas o ideal é que esse objetivo seja alcançado sem o comprometimento da fluidez do trânsito.

O deslocamento rápido é um benefício importante. Até porque ela é utilizada por ambulâncias e carros de bombeiros.

A reforma da avenida, dando-lhe um caráter urbano, é importante. Mas ela deve ser feita de forma a não dificultar o tráfego. Até porque a avenida Doutor Cassel é muitíssimo mais usada por pessoas embarcadas em veículos do que por pedestres. Não foi feita um estatística a esse respeito, mas não seria exagero considerar que a proporção seja de 50 a 100 pessoas embarcadas para um pedestre ou ciclista.

Mesmo assim, é muito válido tomar medidas para aumentar a segurança desses usuários que andam a pé ou de bicicleta. Mas, de modo algum essa preocupação com poucos deve prejudicar a maioria.

Construídas calçadas e ciclovias nos pontos da avenida que isso se mostrar necessário, a segurança dos pedestres e ciclistas já será preservada, permitindo o uso de velocidades mais elevadas aos automóveis, ônibus, ambulâncias e carros de bombeiros.

Matéria publicada pelo jornal Fato Novo na edição de 2 de abril de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário