Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 6 de abril de 2014

3878 - Um circo no local onde hoje se encontra o Clube do Comércio

Na década de 1950, os terrenos onde hoje se encontram o Clube do Comércio e
o Hotel Ibis ainda não tinha nenhuma construção e eram alugados para circos
A área em que se vê instalado o circo é a mesma em que se encontra, hoje, o Clube do Comércio. Ela foi adquirida pelo antigo Clube Chimarrão, por volta de 1940 com o objetivo de ali construir a sua sede própria.
Antes, esta área pertencia a Carlos Gustavo Jahn, que a entregou ao clube em troca de um terreno que o Chimarrão havia adquirido em 1938, na esquina das ruas Ramiro Barcelos com Osvaldo Aranha.
Mesmo existindo desde 1925, o Clube Chimarrão não possuía uma sede própria e foi pensando em construir uma que ele adquiriu essa valiosa área situada no centro da cidade. 
A mesma onde, hoje, se encontram o Clube do Comércio e o Hotel Ibis. 
Mesmo tendo a área, o Chimarrão não conseguiu construir sua sede naquele local e, durante a década de 1940, o utilizou apenas para a instalação de quadras esportivas e um parque, nos quais foram realizados bailes ao ar livre.
Um pequeno prédio de dois pisos chegou a ser construído ali e serviu de sede para o clube por algum tempo. Até que, no início da década de 1950, esse prédio foi demolido para que ali fosse construída uma grande sede para o Clube do Comércio.
Em 1952 o Clube Chimarrão e o Clube 7 de Setembro fundiram-se para constituir o novo Clube do Comércio. Só a partir de então foi possível pensar na construção da sede tão desejada pelos dois clubes. 
Segundo Egon Schaeffer, que foi dirigente do Clube do Comércio naquela época, essa foto foi feita por volta de 1955, quando o prédio do clube Chimarrão já havia sido demolido e a construção do Clube do Comércio ainda não havia sido iniciada.
O circo ali instalado é o do Pinduca, cujo dono chamava-se José Maria Benevenuto Cuenca e sua família (todos artistas do circo) morou em Montenegro por vários anos.

Foto divulgada na página de Facebook Montenegro de Ontem por Mara Viana

Nenhum comentário:

Postar um comentário