Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 10 de maio de 2014

3994 - Getúlio Vargas no Caí, Montenegro e Capela de Santana

Em março de 1929, quando era presidente do estado (hoje se diria governador), Getúlio Vargas fez uma visita à região. Isso ocorreu no mês de março e um dos objetivos da visita era inspecionar a Barragem Rio Branco, que vinha apresentando defeitos no seu funcionamento e, com isso, dificultando a navegação até a cidade de São Sebastião do Caí.

Nessa mesma época, provavelmente no mesmo dia, Getúlio esteve em Montenegro, quando caminhou pela rua Ramiro Barcelos, acompanhado da sua comitiva, autoridades e lideranças locais. 

O grupo passava em frente ao prédio do Clube Riograndense (à equerda, na foto) caminhando no sentido do rio ao centro. Observe-se como, na época, o uso do chapéu era praticamente obrigatório. Principalmente em ocasiões solenes. 
O sol era forte, como se vê pelas sombras definidas. Mesmo assim, vê-se guarda-chuvas abertos. Certamente para proteger do calor. O que reforça a ideia de que a visita a Montenegro deu-se no mesmo dia da inspeção à Barragem Rio Branco, ocorrida no mês de março.

A Barragem Rio Branco fechava o rio de uma margem à outra, mas a eclusa e os prédios administrativos ficavam no lado esquerdo, no município de São Sebastião do Caí. Hoje, esse local pertence a Capela de Santana.

A terceira foto da sequência acima mostra Getúlio Vargas, quando presidente da república, no início da década de 1950, quando inspecionava as obras da atual BR-116, no trecho próximo a Nova Petrópolis, então pertencente a São Sebastião do Caí.

Nessa foto se reconhece o doutor Orestes Lucas (então prefeito caiense, com o chapéu na mão) e Egydio Michaelsen (entre Orestes e Getúlio).

Fotos dos acervos de Carlos Gilberto Kayser, Romélio Oliveira e 







Nenhum comentário:

Postar um comentário