Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

quarta-feira, 2 de julho de 2014

4195 - Fotos de Bertoldo Rambo

Os seis filhos de Erica  e Bertoldo Rambo






































Frau Erica tratando seus gatinhos
Essas fotos mostram os membros da família de Pio Rambo: sua mãe (dando comida para os gatinhos) e ele mesmo com seus irmãos. Mas falta o pai e este não aparece nas fotos porque ele era o fotógrafo. Seu nome era João Bertoldo Rambo e era fotógrafo profissional. Seu Bertoldo morava em Harmonia e, mesmo vivendo numa localidade tão pequena, sustentava sua família exercendo essa profissão. 
Fotografar, antigamente, não era tão fácil como hoje. Fazer fotos como essas, naquela época, era para poucos.
A casa da família Rambo ficava na rua principal de Harmonia que, na época, era quase a única. A foto das crianças foi feita nos fundos da casa e, como se vê, não havia cidade e nem vila por ali. Só roça. Nada parecido com o estado atual da cidade de Harmonia. 
O trabalho como fotógrafo não era a principal atividade de Bertoldo Rambo. Ele era o contador da Cooperativa de Harmonia. Além, disso, ele a esposa e os filhos cultivavam uma pequena roça no terreno de um vizinho.
Na época, era muito comum uma família criar galinhas para se abastecer de carne e de ovos e leitões, que lhes proporcionavam, além da carne, a banha e outros derivados, como a linguiça, o torresmo, o queijo de porco... Além disso elas tinham a sua própria roça com aipim, milho, abóbora, chuchu... e pomar com laranjeiras, bergamoteiras, parreira (de uvas) e vários outros  gêneros alimentícios. Os armazéns antigos nem vendiam verduras e frutas, pois era normal que as pessoas produzissem isso nos quintais da suas casas.
Os gatos e cachorros da casa eram  tratados com restos de comida. Não havia comercialização de ração especial para eles. Os animais domésticos viviam menos do que hoje.

Fotos postadas por Pio Rambo na sua página de Facebook

Um comentário:

  1. Fazendo uma correção, meu pai Bertoldo trabalhava como contador da Cooperativa dos Suinocultores do Caí Superior e a fotografia era sua segunda atividade para aumentar os rendimentos. Meu pai sempre dizia: "Não se pode depender de uma única fonte, pois no verão mais rigoroso ela pode secar e a gente morrer de sede."

    ResponderExcluir