Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 31 de agosto de 2014

4722 - Caminhada por Linha Nova





Igreja e cemitério luterano de Linha Nova
Na pequena cidade de Linha Nova não existe igreja católica. Somente a evangélica luterana.
No século XIX havia um forte segregação religiosa. Os padres, especialmente os jesuítas, acreditavam que a mistura de religiões enfraquecia a fé da população. Em Bom Princípio, por exemplo, o dono das terras (Guilherme Winter) só vendeu lotes para colonos católicos.
Em Linha Nova ocorreu o contrário. Para lá se dirigiram, ou foram direcionados, imigrantes luteranos.
Toda comunidade de imigrantes alemães, ao se formar, providenciava logo a construção de uma pequena igreja, que servia também de escola. Os padres e pastores, geralmente, atuava também como professores. E, na falta dele, o colono mais instruído da localidade cumpria essas duas missões: ensinando as crianças a escrever e a fazer contas e, também, presidindo as reuniões de cunho religioso, lendo trechos da Bíblia e regendo os fiéis em cânticos religiosos.
Junto à igrejas havia sempre o cemitério comunitário.

Fotos do acervo de Diego Carraro publicadas a sua página de Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário