Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

domingo, 31 de agosto de 2014

4724 - Salão Scheibig na localidade de Canto Bayer ou Bayereck, datado da década de 1860







Paisagem do Canto Bayer: o salão Schibing aparece bem ao fundo
O Salão Schibing está situado na localidade de Canto Bayer (Bayereck), no interior do município de Linha Nova,  e foi contruído na década de 1860.
Era muito comum, antigamente, que um armazém no interior contasse com um salão amplo (para os padrões da época). 
O armazém colonial era um local onde os moradores das redondezas encontravam praticamente tudo que eles mesmos não eram capazes de fazer. Os colonos produziam leite, carne (principalmente de porco, juntamente com linguiça, torresmo, banha e queijo de porco, alimentos que podiam conservar, mesmo sem existira ainda os refrigeradores domésticos), plantavam milho, batata, feijão, abóbora, frutíferas e mandioca (com o que faziam farinha e polvilho). Eles tinham em casa até rústicos teares com os quais teciam fibras (de linho ou de cânhamo) fabricando tecidos.
No armazém os primeiros colonos compravam somente aquilo que não conseguiam fazer. Principalmente sal, velas e ferramentas agrícolas ou de marcenaria (pois eles também construíam as suas casas).
Com o tempo os colonos foram prosperando, aumentando o seu poder aquisitivo e passaram a adquirir tecidos mais sofisticados, calçados e outros produtos industrializados. 
O armazém colonial procurava fornecer tudo que os colonos das redondezas desejavam adquirir. 
Além disso, o armazém era o ponto de encontro. Lá os homens se encontravam para fazer negócios e para jogar cartas, além de beber cerveja ou cachaça. O alcoolismo era um problema bastante sério naquela época.
Além de tudo isso, o armazém colonial proporcionava, com o seu salão, o local apropriado para a realização de bailes e festas.

Fotos do acevo de Diego Carraro, postadas na sua página de Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário