Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

4772 - Clóvis Schaeffer: emacipador e três vezes prefeito de São José do Hortêncio

Mil e quinhentas pessoas acompanharam o velório de Clóvis Schaeffer
no ginásio municipal de esportes
Clóvis Schaeffer nasceu em São José do Hortêncio, no dia 10 de junho de 1953. Ele era solteiro e residia em Novo Hamburgo. Filho do industrial Arnildo Schaeffer, Clóvis tinha cinco irmãos: Júlio César, Rogério, Jaime, Ernani e Miriam.

Foi sócio gerente da empresa Comércio de Óleos Vegetais Schaeffer Ltda, dando continuidade ao negócio herdado do pai.

Anteriormente, trabalhou como exportador de couros e numa empresa de engenharia de mineração, em Criciúma, Santa Catarina.

Ele foi piloto civil privado tendo conseguido brevê (habilitação para pilotar aviões) através de curso realizado no Aeroclube de Novo Hamburgo. Era muito bem sucedido nos negócios, tendo deixado considerável herança. Antes de falecer, fez testamento determinando a distribuição dos seus bens. 

Clóvis foi o presidente da comissão emancipadora de São José do Hortêncio e participou, como candidato, de todas as sete eleições acontecidas no município até hoje.

Perdeu as duas primeiras eleições e venceu a terceira, por larga margem de votos.

Governou de 1997 a 2000 e elegeu-se prefeito novamente em 2008, exercendo o mandato de 2009 a 2012. Reelegeu-se em 2012 e, ao morrer, estava no exercício do seu terceiro mandato.

Ele tinha 61 anos e, em 2012, no final do seu segundo mandato, inaugurou o asfaltamento da estrada entre Hortêncio e Presidente Lucena. Obra importante porque, através dela, Hortêncio passou a ter ligação asfáltica com Ivoti e Novo Hamburgo. Estava empenhado, ultimamente, no asfaltamento da estrada que liga São José do Hortêncio ao Caí, que é a estrada mais importante do município. Um projeto que está avançado mas que ele, infelizmente, não terá a alegria de ver concretizado.

O progresso de São José do Hortêncio foi prejudicado, por mais de um século, pela precariedade das estradas que serviam o município. enquanto outras cidades, como o Caí e Feliz eram beneficiados por ter boas estradas estaduais asfaltadas. 

Clóvis Schaeffer será lembrado por ter sido o prefeito em cujo mandato o município conseguiu superar essa antiga barreira à sua prosperidade. 

Clóvis também teve o orgulho do município, sob a sua gestão, ser apontado como o melhor administrado do país, em pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Municípios.


Matéria publicada pelo jornal Fato Novo em 10 de setembro de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário