Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 20 de setembro de 2014

4826 - Frigrenner: navio próprio para levar os produtos ao Brasil inteiro

O Frigorenner possuía o seu próprio navio, para levar sua produção aos portos de Santos, Rio de Janeiro, Salvador, Recife e até Belém ou Manaus

Com as suas enormes instalações e capacidade produtiva, o Frigorenner tinha condições de vender os seus produtos para todo o país. O problema era o transporte para o centro do país e, principalmente, para o Norte e Nordeste. 
A solução encontrada foi ousada: a compra de um navio capaz de levar os produtos  Renner diretamente para os principais portos do país: Santos, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Natal, Belém do Pará, Manaus.
O navio foi adquirido na Holanda e, a cada quinzena,  carregava mil toneladas  (um milhão de quilos) de produtos derivados do porco.
Tinha 72 metros de comprimento e motor de 1 100 HP e levava o nome da empresa gravado na proa. Tinha quatro guindastes hidráulicos que lhe davam auto suficiência para a carga e descarga. Com isso, não dependia da  estrutura dos portos para carregar e descarregar. Grande parte desta carga seguia em barcos menores de Montenegro a Porto Alegre pelo Rio Caí. As mercadorias eram transferidas diretamente destes barcos para o navio graças aos guindastes próprios.
Na volta do Nordeste, o navio vinha com os porões carregados de sal ou açúcar.


Foto do acervo de Fernanda D´Almeida Renner

Nenhum comentário:

Postar um comentário