Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 27 de setembro de 2014

4846 - Sobre os prédios da relojoaria Leindecker e da loja Nunes

Esses prédios comerciais da rua Osvaldo Aranha já tiveram muitos
inquilinos importantes
Essa foto é do ano de 1967 e mostra dois importantes estabelecimentos comerciais de Montenegro: a joalheria Leindecker e a loja Nunes.
A loja Nunes pertencia a Luis Carlos e Pedro Nunes. Era uma loja de confecções que, até 1965, estava situava na esquina da Ramiro Barcelos com Oswaldo Aranha, no mesmo prédio da antiga loja A Comercial, de Edmundo Krohn, hoje Ótica Santa Luzia. A loja Nunes revendia as confecções Renner e os chapéus Ramenzoni.
Fridolino Leindecker criou a joalheria Leindecker e a manteve até o ano de 1990, já sob o cuidado das filhas. 
Após sofrer um assalto, ocorrido no mesmo ano do fechamento, a sala foi alugada para a malharia Pilger, que permaneceu ali até 2013. Depois disso, a loja Maria Faceira passou a ocupar o prédio, vendendo jóias e bijouterias. 
Lenita, filha de Fridolino Leindecker, mora hoje no segundo piso da ex-loja Nunes. Sua irmã Lenir faleceu em 2006. 
Em 1971, a loja Nunes fechou e, no ano seguinte, abriu ali a Casa do Rádio, filial de loja existente em Novo Hamburgo.
Em 1975, a Casa do Rádio mudou-se para a Ramiro Barcelos, onde hoje se situa a loja Colombo. As filhas de Leindecker alugaram novamente a sala, que passou a ser o Magazine Costa.
Hoje no local está instalada a loja Surf Skateshop.
Na foto vemos parado o luxuoso carro Chevrolet GM Impala Belair Coupe Sedan ano 1959-V8. E na frente um Ford Corcel I vermelho.

Texto de Egon Arnoni Schaeffer

Nenhum comentário:

Postar um comentário