Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 1 de novembro de 2014

4941 - Painel do Centro de Cultura

No final da hera de ouro do porto de São Sebastião do Caí
Concluído em 2004, no governo do prefeito Léo Alberto Klein, o Centro de Cultura é um dos maiores orgulhos da cidade.
Na entrada do grande teatro, uma parede é coberta por um amplo painel com essa foto.
Ela mostra o ponto inicial da antiga Rua da Praia (atual avenida Tiradentes). Na época ela era também conhecida pelo nome de Estrada Geral, ou Estrada Rio Branco.
O que se vê aí é a área do porto de São Sebastião do Caí na época do seu apogeu: por volta do ano de 1910.
Por ali era escoada toda a produção exportável e passavam todas as importações de Caxias do Sul e o seu entorno. Às costas do fotógrafo ficava o porto pelo qual essas mercadorias eram transportadas para Porto Alegre ou de lá chegavam.
Ao que parece, a rua não era pavimentada  (por isso mesmo ainda era chamada  de estrada, na época).
O prédio que mais se destaca é o casarão construído por Adolfo Oderich, que ainda existe e pertence a seus descendentes. Ao lado, se vê a casa do médico Carlos Oderich, pai de Carlos Henrique Hunsche (maior pesquisador da genealogia e história da colonização alemã no Brasil). Carlos Henrique viveu sua infância nessa casa e seu pai foi médico da comunidade caiense por muitas décadas. Ali o pastor Hunsche (avô do historiador e pai do médico) viveu seus últimos anos.
Atrás do Casarão Oderich, ao longo da atual avenida Tiradentes, vê-se uma fileira de casas, todas demolidas, menos a última: o sobrado que hoje ainda se encontra de pé, abandonado esperando por uma restauração que demora para acontecer. Antigo hotel e armazém, depois agência bancária e, por fim, presídio, o prédio guarda muita história e merece ser restaurado.





Nenhum comentário:

Postar um comentário