Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 1 de novembro de 2014

4939 - Cláudio Oderich: vice-presidente da Oderich e do Grêmio



Cláudio Oderich: vice presidente da empresa e do Grêmio Futebol Portoalengrense

O caiense Cláudio Oderich, que já é diretor industrial da Conservas Oderich SA, assumiu agora um outro cargo de grande importância. Ele é um dos vice-presidentes do Grêmio Futebol Portoalegrense, na nova direitoria presidida por Romildo Bolzan Junior.
Além de Cláudio, os demais vice-presidentes são Adalberto Preis, Marcos Hermann, Odorico Roman, Sergei Costa e Antonio Dutra Junior.
Como o próprio nome indica, o Grêmio é portoalegrense e os membros da sua diretoria são, quase sempre, moradores  de Porto Alegre. 
Cláudio é uma exceção. Mesmo morando no Caí, ele participa há dez anos da vida política do clube e já é conselheiro há seis anos. Por dois anos fez parte da comissão financeira.  Outro interiorano é  o próprio presidente Romildo Bolzan é da cidade de Osório, da qual foi três vezes prefeito. Ele teve o mérito de atrair para o seu município o parque eólico (os cataventos gigantes, geradores de energia), que proporcionaram um salto de desenvolvimento para o seu município.
A nova diretoria do Grêmio tem um grande desafio pela frente. O clube enfrenta dificuldades financeiras, o que o força a vender jogadores para tapar os furos no caixa. Cada vez que ocorre a demição de um técnico, o clube sofre um baque nas suas finanças.
Além disso, o clube assumiu o compromisso de comprar a parte da OAS na Arena, de forma a tornar-se proprietário  do estádio imediatamente.  Bolzan já falou que pretende vender 55 mil cadeiras para sócios do clube e haverá também uma grande campanha para captação de novos sócios.
Cláudio Oderich, como conselheiro e vice-presidente, poderá auxiliar o presidente nessa tarefa. Competência para isso não lhe falta. Ao lado do seu irmão Marcos, ele foi um dos grandes responsáveis pelo extraordinário  desenvolvimento alcançado pela empresa da família nas últimas décadas.
Ele está animado, também, com o novo presidente, que abandonou a política para se dedicar totalmente ao clube. Bolzan, que tem 54 anos, é sócio do Grêmio desde os três anos.

Matéria publicada pelo jornal Fato Novo na sua edição 
de 25 de outubro de 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário