Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

5064 - Carroça carregando lenha

A lenha de mato natural era o principal combustível usado na cozinha
das casas e nas caldeiras das fábricas





Os primeiros colonos não compravam gás, para usar no fogão; nem energia elétrica ou combustíveis como o álcool ou a gasolina. A principal fonte de energia era a lenha, que era usada nos fogões a lenha, ainda hoje apreciados pelos nostálgicos.
Por isso a lenha era um dos principais produtos consumidos na época. Carretas carregavam lenha para a cidade, para as fábricas e para o porto. A lenha era um dos produtos levados por vapores e gasolinas para ser vendida nas cidades.
Na época, não se plantava matos de eucalipto, acácia ou pinus, como acontece hoje em dia. O que mais havia era mato natural, que precisava ser derrubado para dar lugar às roças.
A fábrica de conservas Oderich, desde a sua fundação, em 1909, é uma grande consumidora de lenha. Hoje, ainda, compra lenha para esquentar as caldeiras, dentro das quais são cozidos alimentos que ela vende para o mundo inteiro. Agora, porém, a lenha é toda de mato plantado. 
A foto mostra uma carroça levando lenha para a fábrica Oderich. O colono bebe água de uma garrafa, para se hidratar depois de uma longa viagem exposto ao sol que, pela sombra, estava forte. 
A cidade é o Caí, a rua é a Coronel Guimarães, quase na esquina com a Marechal Deodoro. A casa ainda existe, tendo passado por pequenas reformas. O muro, particularmente, mudou muito pouco no percorrido desde a realização dessa foto. Passaram-se, talvez, 70 anos. Se não mais, mas a casa pouco mudou nesse período.
Essa casa fica há uma quadra da fábrica Oderich.

Foto do acervo de Mário Glaeser

Nenhum comentário:

Postar um comentário