Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

5254 - Origem do nome do município de Portão

Portão está integrada à Região Metropolitana de Porto Alegre
A origem do nome da cidade de Portão deve-se ao fato de que, entre os anos de 1788 e 1789, por recomendações do governo imperial, foi construído um grande portão que serviria para separar as localidades e, impedir que o gado criado na Estância Velha escapasse pelo arroio, em direção ao Rincão do Cascalho. 
Outra importante função deste portão era a de controlar a movimentação dos escravos, nos limites da Feitoria do Linho Cânhamo, bem como impedir ou controlar o contato dos mesmos com as comunidades locais. 
Nesse período, a atual Rua Julio de Castilhos era apenas uma picada e foi nas proximidades do arroio que ergueram o histórico portão. 
O local ficou conhecido por ser muito usado como referência, pelos viajantes e tropeiros, além da população local. Nas proximidades do dito portão os viajantes costumavam parar e descansar as tropas. Era nas águas limpas do Arroio Portão (na época denominado arroio Correa) que esses viajantes se abasteciam de água e descansavam, para depois, seguirem viagem, tanto os que iam rumo a serra, quanto os que seguiam em direção a capital ou litoral. 
Segundo registro bibliográfico, nos primeiros tempos o portão ficava trancado, sendo aberto por um guarda, que morava nas proximidades e controlava o fluxo de transeuntes. 
Pouco antes da chegada dos alemães, a principal produção da Feitoria do Linho Cânhamo (1) havia sido encerrada.  
Desta maneira, foi possível utilizar como alojamento as benfeitorias nela existentes e que, por sinal, serviram como abrigo inicial para os imigrantes alemães que chegaram em 1824. As plantações dos escravos forneceram os primeiros gêneros alimentícios para os imigrantes. 

 1 - Fibra vegetal que servia para fazer cordas e velas para embarcações.

Capítulo do livro Conhecer para Amar e Respeitar a Nossa História, editado pela prefeitura de Portão

Nenhum comentário:

Postar um comentário