Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

5255 - Os fundadores da Picada Poço das Antas

Poço das Antas foi criada, em 1878, por uma empresa de São Sebastião do Caí









Pedro Ely Filho, foi o primeiro filho de João Nicolau Ely, um dos nove irmãos Ely chegados à colônia de São Leopoldo em 10 de maio de 1829.
A família fixou-se em São Sebastião do Caí e Pedro nasceu naquela localidade, onde  veio a tornar-se um homem de destaque.  
Ele era agrimensor, função de grande importância naquela época em que lotes de terra precisavam ser medidos antes de serem entregues aos proprietários, inclusive os imigrantes alemães.
Foi ele, inclusive, que fez o trabalho de agrimensura traçando as ruas da cidade. Ele foi, também, um dos primeiros vereadores do município. Como acontecia na época, eram os vereadores que governavam os municípios. Além de Pedro, completavam o trio José Maria de Alencastro e João Jacob Schmidt.
Pedro Ely Junior era casado com Catarina Schneider, com quem teve nove filhos, e era proprietário de terras onde hoje se situa o bairro caiense denominado Vila Rica.
Ele destacou-se também pelo fato de haver criado, em parceria com Jacó Ely e Pedro Weber, uma sociedade denominada Jacob Ely & Weber. Empresa que realizou a venda de lotes na localidade de Poço das Antas, atual município do mesmo nome, foi criado em 1988. Antes disso foi distrito do município de Montenegro.
Em 1995 foi destacado pela Unicef por ser o município brasileiro com menor número de analfabetos entre os jovens com 15 a 17 anos.

Dados extraídos dos livros Poço das Antas, de Frei Pedro Knob e Darciso Knob





Nenhum comentário:

Postar um comentário