Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

quarta-feira, 7 de março de 2018

5337 - Produção do município de Tupandi supera a do Caí e está próxima de alcançar a de Portão







































O forte incentivo da prefeitura para a implantação de aviários e pocilgas 
transformou o pequeno município num fenômeno de crescimento econômico


A arrecadação do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) num município é proporcional à sua atividade econômica.
Por isso o valor da arrecadação de ICMS nos municípios serve como um indicador da grandeza econômica desse município.
O Fato Novo vem, há muitos anos, divulgando análises estatísticas do desenvolvimento em cada um dos vinte municípios que compõem o Vale do Caí.
Essas análises mostraram claramente que, nos municípios que mais incentivaram os seus produtores a criar aves e suínos o progresso foi muito maior do que nos demais.
Tupandi, cuja prefeitura foi a pioneira no incentivo forte à produção de aves e suínos, começou a destacar-se dos demais municípios da região desde que, em meados da década de 1990 , criou um fortíssimo incentivo para os produtores rurais investirem no setor das aves e suínos.
Os resultados vieram rapidaente e durante toda a década de 2000 a 2010 o crescimento dessa atividade continuou a evoluir de uma forma impressionante.
E esse crescimento econômico segue acontecendo agora. Como se vê na tabela aqui publicada,  
Tupandi já superou o Cai em arrecadação de ICMS e está prestes a superar Portão neste mesmo quesito.
Isso é impressionante porque a população de Portão  é sete vezes maior do que a de Tupandi.
Tupandi deu o exemplo e vários municípios da região o seguiram e se beneficiaram disso.
Os municípios de Linha Nova, São José do Sul,  São Vendelino, Maratá, São Pedro da Serra e Pareci Novo seguiram o modelo de desenvolvimento adotado por Tupandi e, hoje, figuram entre os mais ricos da região.
PODE PASSAR MONTENEGRO?
Pode parecer impossível, mas não chega a ser absurda a possibilidade de Tupandi  vir a superar Montenegro em produção e geração de riqueza.
Montenegro tem população 14 vezes maior do que Tupandi e um notável conjunto de empresas com grande porte e capacidade tecnológica. Mas, a julgar pela evolução econômica apresentada pelos dois municípios nas últimas décadas, não se pode duvidar que Tupandi  vir a superar a potência econômica de Montenegro seja algo impossível.
QUAL O SEGREDO?
Observando os resultados desta pesquisa, pode se observar que os municípios que desenvolveram programas de incentivo à produção de aves e suínos tornaram-se os mais ricos enquanto que os que atraíram indústrias se desenvolveram menos. 
Isso se deve ao fato de que a produção de aves e suínos é uma vocação da região.
A principal vocação econômica do Vale do Caí é a transformação de proteína vegetal (milho e soja) em proteína animal (carne de frangos  e suínos). Transformação que ocorre nos aviários e pocilgas.
Como o governo estadual dá mais incentivo à atividade primária do que aos demais setores econômicos, isso ajuda muito os municípios que incentivaram a implantação de aviários e pocilgas.

Matéria do publicada pelo jornal Fato Novo em 10 de março de 2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário