Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

terça-feira, 13 de março de 2018

5339 - A primeira casa gaúcha dos italianos

Nova Milano é hoje uma localidade do interior no município de Farroupilha


A colonização italiana no Rio Grande do Sul nasceu em Nova Milano, distrito de Farroupilha. Em maio de 1875, um barracão que abrigava os primeiros imigrantes era a única visão de lar que trevisanos e vicentinos recém-chegados na América podiam contemplar. O resto era terra selvagem. Partindo daquele ponto perdido no mapa da Província, os colonos fundaram Caxias do Sul e povoaram toda a Serra. Mesmo sendo a ante-sala da imigração, Farroupilha não foi ocupado de imediato pela primeira leva de italianos. Assim que chegaram, quase todas as 110 famílias foram transferidas de local. “O dono de uma colônia particular dizia que não se começava uma cidade pelo fim do território”, relata a historiadora Miriam Giacomel, 26 anos. Depois de alguns dias no barracão, os imigrantes foram parar no ponto central da colônia situada aos fundos de Nova Palmira, mais tarde denominada de Colônia Caxias. Cerca de 10 anos depois, Luís Feijó Júnior, proprietário da colônia particular Sertorina, entre Bento Gonçalves e Caxias do Sul, achou um bom negócio começar a formar núcleos de imigrantes a partir da venda de parte das suas três léguas de terras.

Estava formada a Linha Nova Vicenza, onde em 1883 moravam 30 famílias. Com a conclusão da estrada de ferro entre Caxias a Montenegro, em 1910, a irmã mais nova conquista a estação do trem e concorre com o desenvolvimento de Nova Milano. Próximo à sede do município, Nova Vicenza assume a direção administrativa do então 3o distrito de Caxias, que desde o início estava nas mãos do núcleo mais antigo. Berço da colonização, Nova Milano não aceitou perder a posição para uma comunidade mais jovem. A pressão foi tanta que as autoridades resolvem agradar a gregos e troianos. Enquanto Nova Vicenza é promovida a 2o distrito do município em 1927, Nova Milano volta como 6o. Mas nada evitou o esvaziamento da periferia de Farroupilha. A estação do trem e a chegada da luz elétrica fizeram com que os moradores das duas comunidades mudassem suas casas para a parte alta de Nova Vícenza. O nascedouro da imigração italiana estava definhando.

Matéria publicada no site Página do Gaúcho


Nenhum comentário:

Postar um comentário