Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 14 de setembro de 2013

2712 - Poço artesiano na praça Edvino Puhl

O poço artesiano escavado na praça abastecia um pequeno número de casas,
no centro da cidade
Em entrevista ao jornal Fato Novo, o doutor Mário Leão declarou o seguinte sobre o abastecimento d'água na cidade:
A maior conquista da sua administração foi a implantação da hidráulica na sede municipal. Antes, o abastecimento de água na cidade era extremamente deficiente, atendendo basicamente aos moradores das ruas Marechal Floriano e Marechal Deodoro. 
Na época, Jair Soares (que depois veio a ser governador do estado) era chefe de gabinete do governador Ildo Meneghetti e vinha ao Caí tratar das questões relativas à construção da hidráulica. 
A pequena rede de abastecimento de água que havia antes na cidade era um rudimentar serviço municipal. A água provinha de um poço escavado na praça central e do bombeamento de água do rio até a caixa d´água que havia também na praça. 
Para viabilizar a construção da hidráulica, a prefeitura comprou a área que pertencia à família Adams e a doou ao estado.
O prédio ao fundo da foto (atrás do poço) é o da casa canônica, que ainda existe. Ela foi construída em 1940.
O prédio à direita da igreja, demolido há uma década, era situado onde hoje existe o estacionamento da igreja. A ourivesaria ali existente pertenceu a Anibal Henzel.

Foto do arquivo do jornal O Município, disponibilizada por Lu Bohn na sua página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário