Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

sábado, 5 de outubro de 2013

2841 - Uma mente brilhante















N
O montenegrino Egon Schaeffer ganhou concurso lançado nos Estados Unidos,
para promover o livro Quem matou a família Robins

Nascido em Montenegro, filho de um forte produtor rural de Costa da Serra, Egon Arnoni Schaeffer foi muito bem educado. Na década de 1940, ele estudou no Colégio Sinodal, em São Leopoldo, e depois fez a faculdade de Farmácia, em Santa Maria e Porto Alegre.
Muito cedo, mostrou aptidão para a música. Aprendeu a tocar violão sozinho, rapidamente, e depois evoluiu no seu conhecimento vindo a tocar vários outros instrumentos.
Na década de 1950, ele formou o Trio Farroupilha, que fez muito sucesso no rádio, que era uma sensação na época. Depois, criou o Trio Montecarlo, que obteve sucesso nacional e até internacional, gravando dezenas de LPS e vendendo mais de um milhão de discos.
Egon, que reside em Montenegro, não tem talento apenas para a música.
Prova disso é o concurso internacional que ele venceu. Um desafio lançado pela  revista Status. Disputando com leitores de todo mundo, ele foi o único que conseguiu desvendar um caso criminal misterioso proposto pela revista. Ganhou, por isso um prêmio milionário, que investiu na compra de imóveis no centro da cidade de Montenegro.
Egon  concorreu contra 11.000 candidatos,inclusive detetives brasileiros. O concurso Best -Seller nos Estados Unidos foi lançado no Brasil pela revista STATUS. Aconteceram seis assassinatos em países diferentes e um suicídio.Egon, em maio de 1985, escreveu  um novo livro com os detalhes esclarecidos do romance policial em 7 capitulos. Foi considerado a personalidade literária do ano pelo jornal O PROGRESSO.

Recorte e capa da revista Status

Nenhum comentário:

Postar um comentário