Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

quinta-feira, 3 de abril de 2014

3860 - Aos 11 anos, Egon Schaeffer já era um artista famoso

Aos 11 anos, Egon Schaeffer formou dupla com um colega de aula e fez sucesso
nas rádios e em shows pelo interior cantando músicas sertanejas e paraguaias


Egon A.Schaeffer com a vestimenta caipira como se apresentava nas apresentações do Duo Missioneiro.
A foto é de 1947, quando o montenegrino Egon vivia em Santo Ângelo e recem havia descoberto o seu talento para o violão e o canto.
Egon aprendeu a tocar sozinho, e em poucos meses já fazia solos. Nessa foto, por sinal, ele está fazendo um dó maior mais difícil que o normal.
A sua carreira foi relâmpago. E, naquela idadde, já era um profissional conhecido em boa parte do estado. Ele formava,  juntamente com seu colega de aula Selomar Demétrio Rauber uma dupla que, com o nome de Duo Missioneiro, se apresentava em rádios do interior e fazia shows em cinemas e sociedades de várias cidades interioranas. Inicialmente, o seu repertório foi dirigido para a música sertaneja que, já naquela época, fazia muito sucesso.
Os dois garotos eram bem remunerados pelas suas apresentações e cantavam as músicas das grandes duplas sertanejas da época: Tonico e Tinoco, Palmeira e Luizinho, Serrinha e Caboclinho,Torres e Florêncio e Candinho e Zé da Estrada. 
Mais tarde, Egon conheceu pessoalmente a maioria desses artistas.
As músicas que mais agradavam o público eram Tristeza do Jeca, Cabocla Tereza, Saudades de Matão. Mas eles também cantavam músicas paraguaias.
Como dupla, o dueto infantil foi o mais famoso do estado durante anos.
A FOTO
Essa foto foi feita pelo fotógrafo .... Michels, um imigrante alemão que trabalhava em Santo Ângelo.  Na época (1947) ainda não se usava filmes coloridos e a foto foi colorizada manualmente pelo fotógrafo.
A partir da foto preto e branco, o fotógrafo fazia um trabalho manual, com pincel, colorindo cada parte da fotografia, cuidando de mínimos detalhes e transformando  a imagem, de preto e branco para colorida.
Nascido na Alemanha, Michels era um homem culto e tinha conhecimentos de música. Sabedor do talento natural de Egon para a música, ele presenteou ele deu de presente para o menino 50 partituras de música clássica que ele havia  trazido consigo quando imigrou da Alemanha para o Brasil.
Isso estimulou Egon a intensificar os seus estudos musicais chegando ao ponto dele dominar todos os gêneros, da música clássica aos mais  diversos estilos de música popular. O seu virtuosismo como violonista ajudou Egon Schaeffer a se destacar como um dos melhores instrumentistas da época. Além do violão, ele aprendeu a tocar outros instrumentos de cordas

Foto do acervo de Egon Arnoni Schaeffer

Nenhum comentário:

Postar um comentário