Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

5002 - História do Seminário de Pareci Novo - Segunda Escola Apostólica




A Congregação Provincial reunida em São Leopoldo, em fins de janeiro de
1930, pediu ao M. R. P. Geral licença de abrir uma escola apostólica. Obteve-se a
permissão, mas por então nada se começou por não haver casa onde se instalasse o
seminário menor da Companhia. No dia em que o P. Arntzen se viu elevado ao cargo de
Provincial disse no recreio dos padres que no ano seguinte se abriria uma escola
apostólica. Serenada a risada que acolheu a ousada afirmação do P. Arntzen, perguntouse-lhe
onde queria instalá-la. Ele respondeu que no Pareci. E de fato, em 1932, começou
a funcionar na casa da antiga fazenda a segunda escola apostólica. Abriu-se o ano
escolar a 1º de março com 16 alunos. De ano para ano cresceu o número dos futuros
jesuítas até que, em 1937, transferiu-se a Escola para o Colégio Santo Inácio, na Estação
São Salvador.
Com a transferência da escola apostólica para São Salvador, em 1937, mudou-se
quase completamente o quadro dos padres da casa de noviciado. Grande parte deles
seguiu para o novo domicílio da escola apostólica. O P. Agostinho Haaser que ia ser
reitor do Colégio Santo Inácio, entregou a reitoria do noviciado ao P. Ludovico Zuber
que fora mestre de noviços desde 8 de dezembro de 1925. O noviciado teve seu terceiro
mestre na pessoa do P. Léo Kohler, terceiranista e sócio do mestre de noviços no ano
anterior. A Terceira Provação ficou a cargo do Padre Zuber.

PARECI NOVO –  CASA DOS JESUÍTAS  De 1895 a 1996, Padre Inácio Spohr, SJ


Nenhum comentário:

Postar um comentário