Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

quarta-feira, 21 de março de 2018

5350 - A possse de terras do Vale do Caí no início do século XIX

A sede da antiga Fazenda Pareci situava-se na atual localidade 
de Pareci Velho, pertencente hoje ao município de São Sebastião do Caí


P0r volta de 1800, a província de  São Pedro do Rio Grande (área correspondente à do atual estado do Rio Grande do Sul) era dividida em grandes fazendas. 
Militares que serviram ao governo imperial de Portugal nos confrontos contra os castelhanos argentinos e uruguaios, eram premiados pelo imperador português com a posse de grandes fazendas em terras ainda sem dono. 
Desta forma, o império português ia consolidando a posse das terras que, pelo Tratado de Tordesilhas (firmado entre os reinos de Espanha e Portugal em 1494, com a benção do Papa) haviam sido declaradas como pertencendo à Espanha.
No Vale do rio Caí, por essa época, surgiu a fazenda Pareci, que fazia divisa, pela parte oeste, com terras de Francisco Ivo; pelo leste, com as do sargento José d’Azevedo e as do tenente-coronel Manuel Alves Guimarães e, pelo norte, com o arroio Cadeia.
Essas terras situavam-se, então, entre Maratá e São Sebastião do Caí, em ambos os lados do arroio São Salvador, e tinham uma extensão de 3 a 4 léguas quadradas. 

O nome Pareci vem de um índio do Mato Grosso que mudou-se para a região quando tinha entre 9 e 10 anos e era descendente das tribos dos Parecis.
Quando adulto recebeu terras que ganharam o nome de Fazenda Pareci e situavam-se tanto no lado esquerdo do rio Caí (na localidade de Pareci Velho, hoje pertencente ao município de São Sebastião do Caí), como no lado esquerdo do rio, onde hoje se encontra o município de Pareci Novo. 
No lado direito do rio as terras da Fazenda Pareci foram expandidas para o norte e abrangiam o que são hoje os municípios de Harmonia, Tupandi, Bom Princípio e São Vendelino.



Nenhum comentário:

Postar um comentário