Google+ Followers

Google+ Followers

Google+ Followers

segunda-feira, 23 de abril de 2018

5369 - O isolamento que sufocou o progresso de São José do Hortêncio

Depois da sua emancipação, São José do Hortêncio deu um salto 
de desenvolvimento


Quando o Caí emancipou-se de São Leopoldo, no ano de 1875, São José do Hortêncio passou a integrar o território caiense.
Isso causou revolta entre os hortencienses, pois a sua vila era bem maior e mais desenvolvida do que o Caí. Hortêncio, na época, era o centro comercial e religioso do Vale do Caí.
Mas havia um bom motivo para o governo da província do Rio Grande do Sul tomar essa decisão. O governo brasileiro (então dirigido por Dom Pedro II), estava desenvolvendo um grande projeto de atração de novos imigrantes europeus para povoar a região da Serra e o caminho para isso passava pela pequena localidade de Porto do Guimarães, situada à margem esquerda do rio Caí.
Na época não existiam estradas no Vale do Caí e, muito menos na Serra. Por isso o plano do governo era levar os imigrantes até o Porto dos Guimarães e, de lá, os colonos teriam de ir a pé até o local onde terras cedidas pelo governo os esperavam.
A imigração era muito importante para o governo imperial e, para concretizar o projeto, o primeiro passo foi criar uma cidade para dar apoio aos imigrantes. Assim nasceram a cidade e o município de São Sebastião do Caí,  em 1º de Maio de 1875.
Assim, a prefeitura de São Sebastião do Caí passou a administrar a região de Caxias do Sul, onde se instalaram milhares de imigrantes.
Caxias, assim como São José do Hortêncio, faziam parte do novo, e gigantesco, município de São Sebastião do Caí.
O tempo demonstrou o governo imperial estava certo ao investir no Caí. Milhares de imigrantes italianos passaram pela cidade e ali receberam algum apoio do governo, além de terras na nova colônia em cima da serra. E a colonização italiana foi um grande sucesso.
Na virada do século XIX para o século XX foi construído um porto em São Sebastião do Cai e uma barragem no Pareci, para tornar mais fácil o intercâmbio comercial da região serrana com o resto do  país e do mundo.
Neste período São Sebastião do Caí tornou-se uma das cidades mais dinâmicas do estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário